Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

Influencia de Lutero no Natal alemão

A Reforma Protestante transformou os mercados de Natal. Martinho Lutero queria abolir os santos católicos – especialmente São Nicolau. E ele tentou isso com a seguinte estratégia: a tradicional entrega de presentes realizada no Dia de São Nicolau, em 6 de dezembro, deveria ser realizada no Natal. Dessa forma, Lutero queria tirar o ato de presentear das mãos de São Nicolau para, finalmente, torná-lo totalmente dispensável, afirma o especialista Becker-Huberti. Por isso que, em muitos lugares, da Alemanha e de outros países europeus, não é o São Nicolau que traz os presentes na véspera do Natal, mas omeninoJesus. "Se alguém precisava de coisas para o Natal que não podiam ser produzidas pela própria pessoa, ela procurava os mercados de Natal, que originalmente eram focados em mercadorias totalmente diferentes", afirma. Assim nascia o mercado de Natal moderno – e nele não havia somente gado e mercadorias, mas também decoração para árvore de Natal e presentes.
Fonte: DW

Os diferentes tipos de cerveja alemã

A cerveja é um dos maiores orgulhos dos alemães. Para garantir a qualidade, existe até uma lei da pureza. A Reinheitsgebot está em vigor há 500 anos. De aspecto turvo e com aromas que vão de cravo a banana, as Weizenbiere estão entre as mais apreciadas pelo público cervejeiro em todo o mundo. Descubra a sua preferida entre as produzidas no país da Oktoberfest.
Elas são servidas à mesa no maior copo do bar – em formato de tulipa, de corpo longo e sinuoso e com o diâmetro ampliado no topo. 

O líquido tem um tom amarelo opaco e preenche o copo em sua totalidade, sendo coroado por uma espessa espuma com aromas que vão do cravo à banana. 

A cerveja de trigo (em alemão Weizenbier ou Weissbier) tem alta fermentação e, por isso, deve ser derramada vagarosamente no copo, de modo a deixar o líquido homogêneo. 

Para que a espuma fique perfeitamente uniforme no topo, é necessário chacoalhar a levedura que fica no fundo da garrafa.

Muito fermentadas, as cervejas de trigo não pertencem à Escola Ale…

Conheça expressões divertidas do idioma alemão

Quando os imigrantes alemães vieram para o sul do Brasil, eles trouxeram muito mais que malas e pertences, sua cultura, sua gastronomia e suas expressões idiomáticas que são bem divertidas.

Selecionei esta, bem atual:
Bauernopfer Quem joga xadrez sabe que os peões são importantes na estratégia do jogo, mas também são os primeiros a serem sacrificados para salvar uma peça de valor maior. Bauernopfer (Opfer = vítima; Bauer = agricultor) define quem é sacrificado para que outros não sofram danos maiores. Seria o equivalente à expressão popular brasileira "Boi de piranha".

Primeira Biblia

Esta é a primeira bíblia escrita por Martin Luther (foto acima), fundador da Igreja Evangélica Luterana. Está exposta em uma igreja Luterana em Frankfurt. Acredito ser uma cópia pois penso que não arriscariam perdê-la.

Dia da Unidade Alemã

3 de outubro é o Dia da Unidade Alemã e é dia de todo alemão comemorar. Há 26 anos, a Alemanha se reunificava, um ano após a queda do muro de Berlim, dando um fim à divisão do país ocorrida depois da Segunda Guerra Mundial. Por isso, hoje é feriado nacional na Alemanha.

Dresden, Capital da Saxônia é apreensiva anfitriã da cerimônia pela reunificação da Alemanha, centenas de milhares são esperados. Mas atos xenófobos mancham sua imagem, e o medo de atentados norteia as medidas das autoridades.
Apesar do devastador bombardeio no fim da Segunda Guerra Mundial, a cidade de Dresden, no Leste da Alemanha, tem muita beleza arquitetônica a oferecer. Dois de seus mais imponentes edifícios estão em foco nesta segunda-feira (03/10), quando o país comemora o 26º aniversário de sua reunificação pacífica.
Na igreja Frauenkirche – símbolo da cidade, reconstruído com baita engajamento por parte dos cidadãos – é celebrado um culto ecumênico. Na Semperoper, uma das mais famosas casas de ópera do mundo…

Um passeio pela história e gastronomia da Floresta Negra

Região no sudoeste da Alemanha é famosa por seus relógios cuco e o bolo de cereja que leva seu nome. Em meio a construções típicas e fornos a lenha, museu ao ar livre mostra como se vivia ali antigamente.
Localizada no sudoeste da Alemanha, a região da Floresta Negra é o lar de uma rica e diversificada tradição cultural – afinal, ela tem cerca de 150 quilômetros de extensão de norte a sul. De leste a oeste, são 50 quilômetros na parte sul e aproximadamente 30 quilômetros na parte norte.
Situada ao longo das fronteiras com a Suíça, ao sul, e com a França, a oeste, a Floresta Negra tem sua própria identidade cultural. Esta foi influenciada tanto pelos hábitos e costumes dos países vizinhos quanto pelas condições de vida na própria região.
Algumas das coisas tidas no exterior como tipicamente alemãs são oriundas da Floresta Negra, como o chapéu Bollenhut, os relógios cuco.
Também é de lá o famoso bolo Floresta Negra. No entanto, é preciso mencionar que o quitute teria sido servido pela pr…

Martinho Lutero - 500 anos da Reforma Protestante

A Reforma Protestante está entre os acontecimentos incisivos da História europeia. Sobre as suas consequências e sobre o seu iniciador será discutido no jubileu da Reforma Protestante em 2017.

Há 500 anos, partiam principalmente da região de língua alemã transformações, que se inseriram profundamente na História mundial. Desde então, existe na cristandade uma divisão entre as confissões protestantes e a Igreja Católica. 
Desde então desenvolveu-se a liberdade de consciência do indivíduo, a língua alemã como a conhecemos agora e o conceito atual de profissão. O que aconteceu na época denomina-se hoje de Reforma Protestante. 
Ela teve início como disputa teológica, açulada decididamente pelo jovem monge Martinho Lutero (1483–1546), que ensinava na província, na então recém fundada universidade da cidadezinha de Wittenberg. 
Em outubro de 1517, ele enviou 95 teses sobre questões teológicas, que ele – como era usual na época – deseja debater publicamente. Que Lutero tenha afixado as teses…

Cotidiano brasileiro com as palavras alemãs

O idioma alemão está mais presente no nosso dia a dia do que se imagina. Além de termos como blitz, kitsch ou diesel, outras palavras, como encrenca, chique e até mesmo o nome da Torre Eiffel, têm origem germânica.
Boa parte das palavras alemãs presentes no nosso cotidiano está ligada ao setor militar ou a elementos químicos, fato explicado pela autoridade que a Alemanha, durante muito tempo, exerceu nessas áreas. O que nem todos sabem é que na língua portuguesa, como também em outros idiomas, palavras que nada têm a ver com química ou guerra e que não soam alemãs também têm origem germânica.
Nem todos sabem que a palavra "encrenca" tem origem alemã. Quando achavam que um cliente tinha uma doença venérea, as prostitutas que chegaram ao Brasil no final do século 19 e que falavam iídiche, um dialeto alemão da Europa Central, falavam "ein krenke" ("krank" significa doente em alemão). Assim nascia o termo "encrenca", usado hoje no português do Brasi…

Dia da Imigração Alemã

Em 1822, quando foi declarado independente, o Brasil não dispunha de um exército eficaz para a defesa de todo o território nacional, principalmente da região sul, na época, uma região subdesenvolvida e muito exposta às investidas das tropas espanholas.
O governo central brasileiro encontrou solução na imigração européia, para ocupar a terra e investiu na colonização para a região. Os colonos preenchiam as lacunas de segurança e serviam como exército de reserva naregião sul, onde os espanhóis insistiam em reivindicar suas posses.
O governo investiu em propaganda na Europa, para convencer as pessoas a virem com suas famílias para o sul do Brasil e ofereceu vantagens nem sempre cumpridas em sua plenitude. Entre estas vantagens estavam: passagens pagas, direito à cidadania, isenção de impostos e direito à posse de uma ou duas colônias de terra (24 a 48 ha).
Chegando à terra prometida, os imigrantes se deram conta que o discurso erasomente propaganda e a luta, na qual estavam acostumados…

Partitura rara de Bach alcança alto valor

Partitura foi provavelmente escrita por Johann Sebastian Bach entre 1740 e 1745 e altamente valorizada pelo compositor. Muitas de suas peças continuam perdidas.

Uma rara partitura escrita à mão pelo compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750) foi arrematada em 13/07/2016 por 3,3 milhões de dólares, após ser leiloada pela tradicional casa londrina Christie's.
Provavelmente escrito entre 1740 e 1745, o Prelúdio, Fuga e Allegro em Mi bemol Maior (BWV 998) é uma das peças favoritas para cravos e alaúdes. Assim como muitas obras de Bach, ela pode ser tocada em diferentes instrumentos, o que é expressamente indicado numa anotação do compositor: "Prelude pour la Luth ò Cembal" (prelúdio para alaúde ou teclado).
Antes do leilão, a partitura, que não mudava de dono ou era vista desde que foi tornada pública em 1969, foi exibida em Hamburgo, Munique, Düsseldorf e Stuttgart, seguindo então para exposições em Nova York e no Japão.
Abaixo o video da obra:



 Fonte: DW

Beethoven ultrapassa Mozart em ranking de música clássica

Compositor alemão supera o austríaco em lista elaborada por emissora britânica, ficando na primeira posição. Aumento da popularidade pode estar ligado à presença de obras em filmes.

Pela primeira vez, o alemão Ludwig van Beethoven ficou à frente do austríaco Wolfgang Amadeus von Mozart no ranking anual de compositores mais populares Hall of Fame, divulgado pela emissora britânica Classic FM nesta segunda-feira (29/03). Desde que a lista foi criada, em 1996, Mozart aparecia na primeira posição.
Neste ano, 19 das 300 obras mais populares segundo a enquete da emissora são de Beethoven, três delas entre as top 10. Mozart continua bastante apreciado, com 16 obras na lista resultante da pesquisa, que contou com 170 mil votos neste ano.
Para acrescentar temos os filmes "Minha amada Imortal" e "O Segredo de Beethoven" não vai se esquecer jamais. Duas obras primas, dois encontros com um gênio que Deus nos presenteou. "Deus me fez surdo para que eu ouvisse a Sua Voz e a…

Lei da pureza da cerveja alemã de aniversário

Os alemães festejam neste ano os 500 anos da chamada "lei da pureza da cerveja". Há meio milênio, ela determina o que uma boa cerveja alemã deve conter e, ainda hoje, é seguida à risca pela maioria dos produtores do país.
Essa lei promulgada em 1516 na Baviera é considerada a regulamentação mais antiga do setor alimentício ainda em vigor no mundo e se baseia em um decreto do duque Guilherme 4º da Baviera, que visava proteger os consumidores da época de produtos feitos com ingredientes tóxicos.
Por isso, em 23 de abril, dia em que foi promulgado esse documento, chamado localmente de "Reinheitsgebot", será festejado em todo o país o "Dia da Cerveja".
Este é um dos orgulhos da indústria cervejeira alemã, que alega produzir a bebida mais pura do mundo. A data vai ser comemorada com festas por todo o país, principalmente no sul, onde a lei foi originalmente promulgada e onde se bebe mais cerveja do que no norte da Alemanha.
Além das festas, estão planejados sh…

Rota romântica na Alemanha - I

O sul do Brasil (RS, SC e PR) foi colonizado de maneira mais intensa (em sua maioria) por alemães e italianos. Como o blog fala de imigração alemã, vamos escrever um pouco sobre os locais inspiradores da Alemanha, e cada postagem se escreverá a respeito de uma cidade (ou região) que compreende a rota romântica da Alemanha, mas antes vamos explicar o que é esta beleza turística.
A Rota Romântica é o mais famoso circuito turístico da Alemanha, ligando as cidades de Füssen e Würzbuz. O caminho percorre cerca de 325km passando por 27 cidades com belas paisagens e vilarejos super charmosos. Ao longo do percurso nota-se que a natureza predomina, às margens de rios e aos pés de montanhas os castelos da região fazem você viajar no tempo.
Castelos, palácios, igrejas e monastérios, são alguns dos atrativos que fazem a Rota Romântica um dos trajetos mais charmosos da Europa. A rota pode ser feita de muitas formas:
De bicicleta: Existe ciclovias que ligam todas as cidades.
De ônibus: De abril a o…