Header Ads

São José do Hortêncio e o Pioneiro Leonhard Volz


História

São José do Hortêncio

O nome de São José do Hortêncio é proveniente do nome São José, numa homenagem ao Santo Padroeiro da Paróquia e Hortêncio, em homenagem ao Sr. Hortêncio, que tinha suas terras localizadas na via de acesso a localidade. Então, tornou-se popular dizer que ia-se para São José e que se passava pelas terras do Hortêncio. Assim, a denominação ficou estabelecida como São José do Hortêncio. Em 1826, com a vinda das primeiras levas de imigrantes alemães, foi formado o primeiro núcleo de moradores. Esses imigrantes se estabeleceram e começaram a trabalhar a terra, cultivando-a e extraíndo dela sua subsistência, o que fez a localidade se desenvolver com o passar dos anos. Sua constituição étnica compreende 99% da população de imigrantes alemães e 1% de imigrantes poloneses. São José do Hortêncio iniciou seu trabalho de emancipação em 1986. O Distrito tinha plebiscito marcado para o dia 20 de setembro, mas a Prefeitura de Ivoti, que perderia parte de sua área, entrou com uma representação obtendo a suspensão do mesmo. Posteriormente, foi refeito o projeto da área emancipada, excluíndo a área de Ivoti, o que provocou o arquivamento do Processo na Justiça. O plebiscito realizou-se dia 20 de dezembro de 1987, com a maioria dos votos favoráveis à emancipação. O Município de São José do Hortêncio foi criado pela Lei n. 8576 de 29 de abril de 1988.

Fonte: Quando não estiver citada outra fonte acima, a fonte do texto acima é a Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul.
 
 Leonhard Volz foi pioneiro da familia Voltz, após chegar do Porto de Bremen na Prússia (Atual Alemanha), desembarcou no Rio de Janeiro e pegou um vapor para chegar no vale do Rio Cadeira (foto) , chamado de Picada Rio Cadeia (em alemão Portugieserschneis)

Estabeleceu-se inicialmente como colono na Picada Rio Cadeia (citado em 1834), transferindo-se mais tarde para Padre Eterno (Sapiranga). Foi um dos presbíteros da  Comunidade Ev. de Campo Bom no período de 1845 a 1851, sendo responsável pela área de Padre Eterno (Ev Lut Campo Bom - notas do pastor Recke). É citado em cartas escritas pelos imigrantes Philipp Elicker (maio de 1845) e Joh. Nikolaus Fuchs. Leonhard Volz era cunhado desse Fuchs (Site Niederlinxweiler/Auswanderer). Faleceu em 17 de Setembro de 1854, localidade de Padre Eterno (Sapiranga).



Nenhum comentário

Obrigado pelo seu comentario!!! Volte Sempre!!!

Tecnologia do Blogger.