Pular para o conteúdo principal

Sapiranga: terra da rosas


Já tinha falado aqui no blog sobre a cidade das rosas  na Alemanha, agora tá na hora de falar sobre a cidade das rosas no Rio Grande do Sul. A bela cidade de Sapiranga, antigo distrito de São Leopoldo, berço da Imigração Alemã, para onde emigrou o colono Leonhard Volz (deslocou de Picada Rio Cadeia para Padre Eterno, antigo nome de Sapiranga).

A origem do nome é "Araçá-Piranga", uma fruta muito comum na região conhecida como Kraemereck. A simplificação do nome se deu por conta dos primeiros colonos alemães da região, daí a palavra "Sapiranga". 

Imigração alemã

Antes da emancipação, Sapiranga era considerada o quinto distrito de São Leopoldo. Existia a denominação tradicional do mundo luso, o Padre Eterno. Na época, era comum dar nomes a lugares. Os primeiros imigrantes alemães desembarcaram no Porto das Telhas, em São Leopoldo, no dia 25 de julho de 1824. Desde então, iniciou-se a história dos municípios que rodeiam o Vale dos Sinos. Esses imigrantes receberam lotes de terra, onde puderam dar início à sua habitação
.
A partir da colonização alemã, iniciaram-se as modificações na estrutura do Rio Grande do Sul e do Brasil. Além disso, os colonos alemães implantaram uma nova filosofia de vida, onde o homem compartilhava seu trabalho braçal com toda a família. Dessa maneira, havia uma grande união entre os imigrantes, pois os mesmos estavam expostos às atividades de subsistência. Então, os vizinhos ajudavam-se em determinadas funções.

A cultura alemã, na agricultura, indústria, comércio, entre outros, foi se desenvolvendo desde os primórdios da história do município e se mantém até os dias de hoje.

Cidade das Rosas

As rosas sempre foram cultivadas no município, da emancipação até os dias de hoje. Essa denominação possui duas explicações. Uma delas originou-se de uma visita que o Diretor do Serviço Estadual de Turismo do Estado do Rio Grande do Sul, Osvaldo Goidanich. Ele surpreendido com a quantidade de roseiras que eram cultivadas, sugeriu que fosse chamada de Cidade das Rosas.
Outra explicação surgiu da ideia do professor e jornalista Muniz Pacheco, através de um artigo no jornal "O Ferrabraz", no dia 24 de novembro de 1960, onde ele destaca as rosas como um aspecto embelezador dos canteiros da cidade, assim denominando-a de Cidade das Rosas. Com a oficialização da Festa das Rosas, em novembro de 1964, o título "Cidade das Rosas" foi reforçado pelos sapiranguenses e pelos turistas.

A Festa das Rosas


A partir de 1966, a Festa das Rosas se realizou nos anos pares e permaneceu até o ano de 1986, quando ocorreu uma pausa de 11 anos. Em 1997, ela foi retomada, se realizando anualmente até os dias de hoje, no Parque Municipal do Imigrante.

Sempre é feita a escolha de uma Rainha e duas princesas, símbolos da beleza da cidade e receptoras dos visitantes que prestigiam a festa. Além disso, shows de bandas e talentos locais são valorizados no evento. A rosa é a atração principal e é encontrada em todos os lugares da festa para tornar especial o principal evento do município.

Com a volta da Festa das Rosas, o cultivo de roseiras e a tradição dos jardins floridos refletiu mais fortemente na comunidade. Da mesma maneira, a administração municipal preservou e ainda preserva essa caracteristica de Sapiranga, mantendo sempre o colorido nos canteiros que embelezam e diferenciam a Cidade das Rosas.


Casa Tombada


A casa construída em 1845 pelo imigrante alemão Johan Schmidt, permanece até hoje, constituindo-se numa das casas mais antigas de Sapiranga.

Construída em técnica enxaimel, com estrutura de madeira e vãos preenchidos com barro, Postes, linhas, barrotes e caibros, com encaixes feitos a martelo e talhadeira e fixados com tacos de madeira formavam a estrutura da residência. O telhado era feito de tabuinhas engatadas em ripas. Quando as tabuinhas apodreceram, são trocadas por telhas de folhas de zinco e por telhas de barro. socado, amontoando-se certas porções até completá-las.


Fonte: Wikipédia , Prefeitura Municipal de Sapiranga e Camara Municipal de Sapiranga


Comentários

  1. eu adorei essa página na web
    larissa sapiranga te adoroooooooooo!!!!!!
    de: larissa djovana winck dos santos
    cidade:sapiranga
    bairro:São liuz

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentario!!! Volte Sempre!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Casa em estilo enxaimel, tipicas construções alemãs

Estilo Enxaimel
“O Enxaimel, ou Fachwerk (originário de “Fach” assim denominavam o espaço preenchido com material entrelaçado de uma parede feita de caibros), é uma técnica de construção que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas, cujos espaços são preenchidos geralmente por pedras ou tijolos. 
Os tirantes de madeira dão estilo e beleza às construções do gênero, produzindo um caráter estético privilegiado. Outras características são a robustez e a grande inclinação dos telhados. Na adaptação do enxaimel às características climáticas da região, foi necessária a implantação, por conta da elevada umidade local, de uma estrutura feita de pedra que sustenta as construções evitando que a madeira se molhe.
Casa em estilo enxaimel
As casas no chamado estilo enxaimel são uma das principais atrações turísticas em qualquer região de colonização alemã. Quando os primeiros alemães chegaram ao Brasil, a arqu…

Canção de Ninar em alemão

Esta linda canção de ninar, traz-me lembranças, na minha infância eu escutava ela.. é tão melodiosa e tranquila, parece uma linda prece. Trouxe aqui a letra e música (com tradução) em um vídeo emocionante de Vicky Leandros.

Guten Abend, Gute NachtCanção infantil Guten Abend, gut' Nacht!
Mit Rosen bedacht,
mit Näglein besteckt,
schlupf unter die Deck'!
Morgen früh, wenn Gott will,
wirst du wieder geweckt,
morgen früh, so Gott will,
wirst du wieder geweckt.
Guten Abend, gut'Nacht!
Von Englein bewacht,
die zeigen im Traum
dir Christkindleins Baum,
Schlaf nun selig und süß,
schau im Traum's Paradies,
schlaf nun selig und süß,
schau im Traum's Paradies.

Tradução:

Boa noite, boa noite!
preocupado com as rosas,
corados com cravos,
deslizar sob o cobertor!
Amanhã de manhã, se Deus quiser,
você vai acordar mais uma vez,
amanhã, se Deus quiser,
você vai acordar mais uma vez.
Boa noite, boa noite!
guardada por anjos,
o show em um sonho
seu filho Jesus
Durma agora de…

Dia da Unidade Alemã

3 de outubro é o Dia da Unidade Alemã e é dia de todo alemão comemorar. Há 26 anos, a Alemanha se reunificava, um ano após a queda do muro de Berlim, dando um fim à divisão do país ocorrida depois da Segunda Guerra Mundial. Por isso, hoje é feriado nacional na Alemanha.

Dresden, Capital da Saxônia é apreensiva anfitriã da cerimônia pela reunificação da Alemanha, centenas de milhares são esperados. Mas atos xenófobos mancham sua imagem, e o medo de atentados norteia as medidas das autoridades.
Apesar do devastador bombardeio no fim da Segunda Guerra Mundial, a cidade de Dresden, no Leste da Alemanha, tem muita beleza arquitetônica a oferecer. Dois de seus mais imponentes edifícios estão em foco nesta segunda-feira (03/10), quando o país comemora o 26º aniversário de sua reunificação pacífica.
Na igreja Frauenkirche – símbolo da cidade, reconstruído com baita engajamento por parte dos cidadãos – é celebrado um culto ecumênico. Na Semperoper, uma das mais famosas casas de ópera do mundo…