A guinada do mundo por um antigo poema

A história de um escrivão papal italiano andando por uma biblioteca monástica 600 anos atrás e encontrando um poema romano que mudaria o mundo ocidental parece enredo de conto histórico popular. Mas é exatamente isso que o professor de Harvard e estudioso das obras de Shakespeare, Stephen Greenblatt, argumenta em seu livro The swerve: How the world became modern (A guinada: Como o mundo se tornou moderno).

Ele narra o descobrimento de De rerum natura (Sobre a natureza das coisas) por Poggio Bracciolini, numa abadia alemã, em 1417. Trata-se de um tributo ao filósofo grego Epicuro. Entre outras coisas, o poema nega a existência de deuses e propõe que o mundo consiste de pequenas partículas de energia, antecipando assim as ideias da ciência moderna.

Greenblatt argumenta que o poema teve uma profunda influência nos pensamentos de uma diversa gama de pensadores, desde Galileo e Freud, até Darwin e Thomas Jefferson. Este ano o livro recebeu um Prêmio Pulitzer e foi publicado na Alemanha.

 Fonte: DW

Nenhum comentário

Obrigado pelo seu comentario!!! Volte Sempre!!!

Tecnologia do Blogger.