Pular para o conteúdo principal

Era uma vez, festivais de narrativas e de contos de fadas na Alemanha

No ano em que os “Contos infantis e domésticos” dos Irmãos Grimm, conhecidos em português como “Contos de Grimm”, comemoram seu segundo centenário, os festivais dedicados a narrativas e contos de fadas alcançam uma imensa popularidade. Mas o que é exatamente um festival de narrativas? E qual é a função dos contos de fadas nos dias de hoje?

Autores famosos, entrevistas, sessões de autógrafos: há toda uma organização profissional para eventos literários na Alemanha. Enquanto a encenação da literatura no palco já se tornou praxe em festivais realizados em Hamburgo, Berlim e Munique, a dos festivais de narrativas e de contos de fadas tem uma outra tradição. 

Aqui, autores famosos não têm lugar, pois quem está no foco das atenções é a história – e a maneira como é contada.

Era uma vez... em 1997

No verão de 1997, Regina Sommer fundou em Aachen o Zwischen-Zeiten (Entre tempos), um dos primeiros festivais de narrativas de grande porte da Alemanha. Sendo ela própria narradora de contos de fadas, sagas e histórias, trouxe para a Alemanha a tradição que conheceu no mundo anglo-saxão. 

Desde então, o enfoque internacional é um dos elementos básicos deste festival, que é realizado em duas línguas. Em seus diversos eventos, a narrativa não tem apenas a função de entreter as pessoas que formam um público bastante heterogêneo, mas também de estimular o intercâmbio entre elas.

O festival Erzähl mir was (Conta alguma coisa para mim), também fundado em 1997, em Remscheid, é a segunda grande sede de festivais narrativos na Alemanha. Aqui, o foco está na arte de narrar e as histórias incluem desde mitos indígenas sobre a Criação com 6.000 anos de idade até mitos de heróis africanos, passando pelo Ciclo Arturiano e pela tradição mítica da Índia.
  
Um palco para os contos de fadas

Na Alemanha, onde os Irmãos Grimm publicaram em 1812 a primera versão de sua coletânea de contos, é natural que os tradicionais contos domésticos ocupem um lugar de honra em diversos festivais. 

Especialmente no ano do segundo centenário desta publicação, os espectadores se reúnem em todo canto para ouvir histórias: em feiras, festas de cidades do interior e grandes festivais, como o Festival de Contos de Fadas de Wiesmoor, na Frísia Oriental, o Festival de Contos de Fadas de Colônia, que é intercultural, e o Festival “5 auf einen Streich” (5 de uma vez), evento comemorativo do bicentenário dos Irmãos Grimm em Hessen, sua terra natal, onde eles coletaram histórias para a coleção de contos mais famosa da Alemanha.

A preservação da tradição regional dos contos de fadas é apoiada por instituições como a Associação Europeia dos Contos de Fadas, em Rheine, e pelo Círculo de Contos de Fadas de Stuttgart. 

Estas associações não se limitam a promover eventos narrativos em escolas e ocasiões festivas, mas também se dedicam à reflexão sobre o significado dos contos de fadas nos dias de hoje em encontros, congressos e assembleias.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casa em estilo enxaimel, tipicas construções alemãs

Estilo Enxaimel
“O Enxaimel, ou Fachwerk (originário de “Fach” assim denominavam o espaço preenchido com material entrelaçado de uma parede feita de caibros), é uma técnica de construção que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas, cujos espaços são preenchidos geralmente por pedras ou tijolos. 
Os tirantes de madeira dão estilo e beleza às construções do gênero, produzindo um caráter estético privilegiado. Outras características são a robustez e a grande inclinação dos telhados. Na adaptação do enxaimel às características climáticas da região, foi necessária a implantação, por conta da elevada umidade local, de uma estrutura feita de pedra que sustenta as construções evitando que a madeira se molhe.
Casa em estilo enxaimel
As casas no chamado estilo enxaimel são uma das principais atrações turísticas em qualquer região de colonização alemã. Quando os primeiros alemães chegaram ao Brasil, a arqu…

Canção de Ninar em alemão

Esta linda canção de ninar, traz-me lembranças, na minha infância eu escutava ela.. é tão melodiosa e tranquila, parece uma linda prece. Trouxe aqui a letra e música (com tradução) em um vídeo emocionante de Vicky Leandros.

Guten Abend, Gute NachtCanção infantil Guten Abend, gut' Nacht!
Mit Rosen bedacht,
mit Näglein besteckt,
schlupf unter die Deck'!
Morgen früh, wenn Gott will,
wirst du wieder geweckt,
morgen früh, so Gott will,
wirst du wieder geweckt.
Guten Abend, gut'Nacht!
Von Englein bewacht,
die zeigen im Traum
dir Christkindleins Baum,
Schlaf nun selig und süß,
schau im Traum's Paradies,
schlaf nun selig und süß,
schau im Traum's Paradies.

Tradução:

Boa noite, boa noite!
preocupado com as rosas,
corados com cravos,
deslizar sob o cobertor!
Amanhã de manhã, se Deus quiser,
você vai acordar mais uma vez,
amanhã, se Deus quiser,
você vai acordar mais uma vez.
Boa noite, boa noite!
guardada por anjos,
o show em um sonho
seu filho Jesus
Durma agora de…

Dia da Unidade Alemã

3 de outubro é o Dia da Unidade Alemã e é dia de todo alemão comemorar. Há 26 anos, a Alemanha se reunificava, um ano após a queda do muro de Berlim, dando um fim à divisão do país ocorrida depois da Segunda Guerra Mundial. Por isso, hoje é feriado nacional na Alemanha.

Dresden, Capital da Saxônia é apreensiva anfitriã da cerimônia pela reunificação da Alemanha, centenas de milhares são esperados. Mas atos xenófobos mancham sua imagem, e o medo de atentados norteia as medidas das autoridades.
Apesar do devastador bombardeio no fim da Segunda Guerra Mundial, a cidade de Dresden, no Leste da Alemanha, tem muita beleza arquitetônica a oferecer. Dois de seus mais imponentes edifícios estão em foco nesta segunda-feira (03/10), quando o país comemora o 26º aniversário de sua reunificação pacífica.
Na igreja Frauenkirche – símbolo da cidade, reconstruído com baita engajamento por parte dos cidadãos – é celebrado um culto ecumênico. Na Semperoper, uma das mais famosas casas de ópera do mundo…