Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Coelho de Páscoa, uma invenção protestante

Para quem não sabe (e muitos não sabem) que uma das histórias mais curiosas da Páscoa foi criada pelos protestantes (luteranos).  Esta curiosidade faz da histórias alemãs da Páscoa, já falei nelas no artigo Tradição alemã e ritos germanicos na páscoa
Um dos símbolos mais conhecidos desta época do ano, o coelho foi uma invenção protestante. "Crianças católicas sabiam que na Páscoa poderiam voltar a comer ovos, que durante a Quaresma eram proibidos. 
Mas como explicar às crianças protestantes por que, de repente, havia tantos ovos na Páscoa?", explica pesquisador de costumes Alois Döring, de Bonn.
Foi por isso que os protestantes criaram as histórias do coelho que distribuía, de casa em casa, os ovos acumulados durante o período. Além disso, o coelho era um símbolo da fertilidade – o que aliás não explicava como o animal, na condição de mamífero, tinha tantos ovos.
Os protestantes não se preocuparam muito com a Biologia, mas, sim, com os costumes católicos como o de fazer o…

Vergonhas do Passado

Como descendente de alemães, hoje vejo com tristeza, uma data que marca com nódoa e dor a história da Alemanha.
No dia 22 de março de 1933, menos de dois meses após a chegada de Hitler ao poder, foi criado nos arredores de Munique o primeiro campo de concentração da Alemanha nazista (Dachau), que viria a servir de modelo para outros. 
Ainda fico perplexo com o inconsciente coletivo que abateu sobre a gloriosa nação, orgulho europeu, que ficou sobre as trevas das crueldade de mentes pervesas.
Que estas lições nunca sejam mais esquecidas, afinal chegou-se ao fundo do povo em matéria de dignidade humana e respeito a vida.
Nunca mais Alemanha, permita que esta mancha volte a envergonhar aqueles que tem orgulho de ti!!
Com informações e  fotos da Deutsche Welle