Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Puxadinhos verdes

Os "Schrebergärten" – jardins urbanos alemães – são muitas vezes confundidos com favelas por estrangeiros, mas são espaços de lazer super disputados na Alemanha. 
Terrenos públicos são arrendados à população.
A primeira impressão do olhar estrangeiro sobre as pequenas casinhas amontoadas à beira das ferrovias ou no meio das cidades é de que são "favelas ao estilo alemão". 
Os barraquinhos de madeira enfileirados e separados por cercas são, na verdade, parte dos disputados jardins urbanos da Alemanha – os Schrebergärten.
Os terrenos públicos cedidos a mais de 15 mil associações que coordenam o aluguel e a utilização dos espaços servem para o cultivo de legumes, verduras e flores. Ou ainda para aproveitar as noites quentes do verão depois do trabalho ou fazer um churrasco no fim de semana.
É uma opção econômica para quem mora em apartamentos e não tem um espaço de lazer ao ar livre. Os "puxadinhos" nas grandes e pequenas cidades da Alemanha já foram consider…

Os alemães e o ovo: uma relação de amor

Na Alemanha, a importância do ovo não se evidencia somente na Páscoa. Eles são manuseados com copos e colheres especiais, são pintados e pendurados em árvores. 
Mesmo que todos saibam que coelhas e lebres não põem ovos: fotos como essa aparecem todos os anos durante a Páscoa. Na Alemanha, no entanto, o ovo tem uma importância especial não somente nesse período. 
No café da manhã, jantar ou como artigo de decoração: os alemães têm uma relação especial com o ovo.
Ovos coloridos
Os recém-chegados à Alemanha podem se surpreender se encontrarem em outubro, por exemplo, ovos cozidos coloridos no supermercado ou na padaria (e não congelados). Não se trata de um descuido. Os alemães consomem ovos pintados cozidos o ano todo. 
Segundo o jornal "Süddeutsche Zeitung", em 2016, foram vendidas 475 milhões de unidades.
Ovos não são postos por lebres, eles crescem em árvores. Trata-se de uma tradição alemã de Páscoa: decorar com ovos coloridos árvores no jardim ou buquês de galhos num jarro,…

Como Lutero provocou uma revolução religiosa mundial

Há 500 anos, Martinho Lutero deflagrou uma verdadeira revolução religiosa ao criticar publicamente a Igreja Católica em Wittenberg, na Alemanha, veja no link da reportagem (em vídeo)  da Deustche Welle