Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

A face obscura de uma epopéia de 185 anos

O uso da língua alemã no RS foi considerado crime, alguns colonos foram presos e espancados por falarem o alemão. ... os soldados que não se expressavam bem em português eram obrigados a usar uma braçadeira preta, ... eram forçados aos trabalhos pesados.

Sob o título "As Violências contra os alemães e seus descendentes, durante a Segunda Guerra Mundial, em Pelotas e São Lourenço do Sul – Aspectos Culturais", o Prof. Dr. José Plínio Guimarães Fachel, da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, RS, retrata episódios obscuros que põe às claras a bestialidade humana típica de situações de guerra.  Na Europa, os nazistas foram cruéis com os judeus. Aqui, os "judeus" foram também os alemães e principalmente seus descendentes brasileiros, com direito a "Kristallnacht - Noite dos Cristais"  e tudo mais em Porto Alegre, Pelotas e outras cidades. A verdade precisa ser conhecida porque repõe as coisas nos seus devidos lugares.  Faz bem à auto-estima de quem foi humilh…

Imigração alemã celebra 185 anos

O ano de 2009 é de festa para os imigrantes alemães. Eles celebram os 185 anos da chegada das primeiras famílias ao Estado. Do barco pioneiro que atracou no Rio dos Sinos, em São Leopoldo, em 25 de julho de 1824, aos dias atuais, houve muita mudança.

SANDRO SCHREINER
sandro@correiodopovo.com.br

Concentrados na região do Vale do Sinos, os municípios que receberam a colonização germânica são polos de prosperidade. 'Eles tinham boas noções de carpintaria, de trabalho com couro e ferro e na construção de pequenas máquinas, o que impulsionou a economia', diz o pesquisador do Museu Visconde de São Leopoldo, Marco Antônio Witt. Dessa época, sobreviveram casas típicas em estilo enxaimel, que primeiro tinham a estrutura montada em madeira e, depois, as paredes preenchidas com barro e pedras.
A agricultura foi a base da maior parte das colônias. Aos poucos, o artesanato ganhou espaço e deu origem à abertura de pequenas oficinas. 'Essa atuação permitiu que os colonos tivessem a perspecti…
Para conferir toda a programação a respeito dos 185 anos de Imigração Alemã no Brasil basta conferir no link : http://www.brasilalemanha.com.br/portal/index.php?p=conteudo&tipo=sub&id=65

Câmara destaca imigração alemã

Os 185 anos da chegada dos imigrantes alemães ao Rio Grande do Sul (1824 - 25 de julho - 2009) foram lembrados pela Câmara Municipal de Porto Alegre nesta segunda-feira, 29, em sessão antecipada devido ao recesso parlamentar de julho.

(Nota: Melhor duas do que nenhuma! Devido a uma pane técnica, você pode estar recebendo esta mensagem uma segunda vez. É claro que contamos com a sua compreensão! Obrigado, Redação BrasilAlemanha/Neues) Proposta pelo vereador Beto Moesch (PP), a homenagem contou com as presenças do cônsul-geral da Alemanha no RS e SC, Norbert Kürstgens, e dos presidentes da Fecab - Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil, Jorge Wolfgang Globig, e do Instituto Cultural Brasileiro-Alemão, Gerhard Jacob, além de representantes de vários segmentos da imigração alemã.

Foto Elson Sempé Pedroso

Vereador Beto Moesch e cônsul-geral Norbert Kürstgens Moesch lembrou que os imigrantes alemães ajudaram o Rio Grande do Sul a transformar-se em uma potência industrial no século XX. …